top of page

PROJETO MATA ATLÂNTICA

Artista plástica há 43 anos e há mais de 20 morando em Aldeia, região que abriga um dos maiores fragmentos da Mata Atlântica de Pernambuco, Mazé Andrade expõe suas percepções, vivências e encantos pelo bioma brasileiro. Explorando as riquezas naturais de Aldeia, elaborou uma série de pinturas, colagens e impressões para o projeto “Mata Atlântica – Uma captura Artística”, que recebeu o incentivo da Lei Aldir Blanc de Pernambuco.

Foram realizados oito trabalhos entre janeiro e abril de 2022, tendo iniciado os preparativos em dezembro de 2021. Todos na dimensão 29,7 cm x 42 cm, em técnicas variadas como colagem, impressão e pintura com tinta acrílica, nanquim e tinta a óleo. Em todos os seus trabalhos, Mazé mesclou sua visão de mundo, suas memórias afetivas e as belezas encontradas na Mata, um dos maiores patrimônios naturais do nosso País. “Apesar da grande devastação que sofremos, meu intuito foi ressaltar as belezas existentes, despertando, desta forma, o amor e o cuidado com a natureza”, explica Mazé.

CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA LER MAIS.

A mata e o imaginário popular.jpg
Tiê-sangue - símbolo da Mata.jpg
Olhos da Mata.jpg
Capim da Mata 1.jpg
Capim da Mata 2.jpg
Impressões da Mata 1.jpg
Impressões da Mata 2.jpg
Ninho.jpg
Fauna.jpg

Visite também nosso canal do Youtube.

bottom of page